MOB
Volvo Cars entra parceria para a utilização de aço sem recurso a combustíveis fósseis

Volvo Cars entra parceria para a utilização de aço sem recurso a combustíveis fósseis

A Volvo Cars foi o primeiro fabricante a trabalhar com a SSAB e com o projeto HYBRIT - uma das iniciativas mais ambiciosas e avançadas da indústria de aço para a investigação do desenvolvimento de aço sem combustíveis fósseis.

A Volvo Cars acaba de anunciar uma parceria com a empresa sueca fabricante de aço SSAB, destinada a desenvolver a produção de aço sem recurso a combustíveis fósseis de forma a ser aplicado à indústria automóvel. 

A Volvo Cars torna-se assim no primeiro construtor a trabalhar com a SSAB e com o projeto HYBRIT - uma das iniciativas mais ambiciosas e avançadas da indústria de aço para a investigação do desenvolvimento de aço sem combustíveis fósseis.

O HYBRIT foi criado pela SSAB, pela LKAB (produtora de minério de ferro) e pela Vattenfall (empresa de energia). O seu objetivo principal passa por conseguir substituir o carvão fóssil, usado tradicionalmente na produção de aço à base de minério de ferro, por eletricidade e hidrogénio. Pretende-se que o resultado seja obter a primeira tecnologia de produção de aço sem recurso a combustíveis fósseis do mundo, com pegada de carbono praticamente nula.

Como parte da sua colaboração, a Volvo Cars será o primeiro fabricante automóvel a utilizar o aço produzido pela SSAB através do projeto HYBRIT a partir da fábrica piloto situada em Luleå, na Suécia. Este aço será posteriormente utilizado em testes futuros onde se inclui uma utilização num modelo protótipo.

Em 2026, a SSAB espera conseguir começar a utilizar este aço a uma escala comercial considerável sendo que a Volvo Cars pretende ser o primeiro construtor automóvel a aplicá-lo nos seus automóveis de produção.  

“À medida que reduzimos de forma contínua a nossa pegada de carbono total, sabemos que o aço é uma das áreas importantes onde teremos de atuar. A colaboração com a SSAB na produção de aço sem recurso a combustíveis fósseis pode resultar em reduções significativas de emissões na nossa cadeia de produção”, refere Håkan Samuelsson - Chief Executive - Volvo Cars.  

“Estamos a construir uma cadeia de valor completamente livre de combustíveis fósseis. A nossa tecnologia inovadora não possui praticamente nenhuma pegada de carbono e ajudará a fortalecer a competitividade dos nossos clientes. Pretendemos, em conjunto com a Volvo Cars, desenvolver produtos de aço sem recurso a combustíveis fósseis para os automóveis do futuro”, acrescenta Martin Lindqvist - President and CEO – SSAB.

A indústria siderúrgica global é responsável por cerca de 7% das emissões diretas globais de carbono. Isto deve-se ao facto desta indústria ser atualmente dominada por uma tecnologia de produção de aço à base de minério de ferro, utilizando fornos que dependem altamente do carvão.

Para a Volvo Cars, do total de emissões de carbono necessárias à produção do material e das componentes utilizadas nos automóveis, a percentagem relacionada com a produção de aço e de ferro num modelo de combustão tradicional é de cerca de 35%, sendo de cerca de 20% num modelo 100% elétrico.

A colaboração com a SSAB é mais uma etapa do plano ambiental da Volvo Cars, um dos planos mais ambiciosos na indústria automóvel. A peça central deste plano passa pela eletrificação total de toda a gama de modelos. Recorde-se que, a partir de 2030, a empresa pretende apenas comercializar automóveis 100% elétricos. O plano para a redução do carbono utilizado vai muito para além das emissões de escape. Aborda também todas as emissões associadas às operações mais amplas da empresa e à sua cadeia de valor.

Recorde-se que Volvo Cars pretende reduzir, até 2025, a pegada de carbono do ciclo de vida de cada automóvel em 40%. Até 2040, a empresa pretende ter um impacto climático neutro.

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.