SMART CITIES
Cascais: projeto triplica capacidade de reciclagem

Cascais: projeto triplica capacidade de reciclagem

O município de Cascais está a implementar um projeto-piloto de recolha porta-a-porta de resíduos de plástico e papel, aumentando a capacidade de recolha seletiva de resíduos para mais do triplo

O município de Cascais está a implementar um projeto-piloto de recolha porta-a-porta de resíduos de plástico e papel, que vai abranger perto de 3 mil habitantes nos Bairros de Birre e Cobre, na União de Freguesias de Cascais e Estoril. 

O projeto visa aumentar a taxa de reciclagem e promover a alteração dos hábitos diários da população destes bairros, que foram selecionados por corresponderem a zonas de baixa densidade populacional (habitação em moradias), habitualmente mais propensa ao sucesso deste modelo de recolha de resíduos.

Complementando a operação atualmente instalada com 18 ecopontos na via pública, serão distribuídos dois contentores de 120L, um azul e outro amarelo, a cada habitação. A capacidade de recolha seletiva de resíduos aumentará assim para mais do triplo – atualmente 18 ecopontos recolhem 135 mil litros, em 2021, quando o projeto atingir a velocidade de cruzeiro, aquela área terá uma capacidade instalada de 523 320 litros. 

Os resíduos serão recolhidos semanalmente pela Cascais Ambiente, aos sábados, pelo que os contentores têm de ser colocados na rua aos sábados de manhã. O projeto está a ser implementado a par com uma campanha de sensibilização e mobilização da população. 

Este projeto-piloto da Cascais Ambiente é cofinanciado pelo POSEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos e integra a estratégia do município de Cascais de disponibilizar soluções que promovam o aumento da reciclagem no concelho.

Luís Almeida Capão, Presidente do Conselho de Administração da Cascais Ambiente, afirma: “Vamos testar uma solução que nos parece ir ao encontro dos hábitos dos munícipes daquela área. A dispersão das habitações parece ser favorável a respostas de proximidade. Com esta solução porta-a-porta, vamos aumentar a mobilização das pessoas para a reciclagem. Informar e, em simultâneo, disponibilizar equipamentos que permitam tornar a recolha seletiva mais fácil faz com que se verifique maior adesão.”

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.