SMART CITIES
Helsínquia lança três novos projetos de habitação sustentável

Helsínquia lança três novos projetos de habitação sustentável

O programa Re-thinking Urban Housing, criado em 2009, visa melhorar a qualidade e apelo de apartamentos residenciais ao trazer os princípios de acessibilidade, sustentabilidade e vida em comunidade de volta às zonas urbanas

Helsínquia vai a lançar três novos projetos como parte do seu programa Re-thinking Urban Housing, que resultará em 274 unidades habitacionais.

Criado em 2009 e abrangendo cerca de 30 projetos, o programa visa melhorar a qualidade e o atratividade de apartamentos residenciais através de colaboração e soluções personalizadas.

Para os promotores imobiliários, o programa Rethinking visa proporcionar uma oportunidade para explorar novas opções e obter orientação de especialistas municipais. Para os moradores, o programa cria novas alternativas de habitação e exemplos de como melhorar a qualidade da residência em apartamento.

Os projetos foram realizados principalmente em terrenos municipais, mas alguns também utilizaram terrenos particulares e propriedades pré-existentes. 

O programa é coordenado por um grupo de trabalho da cidade composto por membros do Quadro Executivo da Cidade e da Divisão de Ambiente Urbano.

 

Três novos projetos

O projeto Excess Plus-Energy House no bairro de Kalasatama está planeado para ser levado a cabo através do sistema Hitas para apartamentos ocupados pelos proprietários. O projeto de quatro anos envolve 21 membros de oito países e é financiado pelo programa Horizonte 2020 da UE para investigação e inovação.

O objetivo é provar a viabilidade da transição de habitações tradicionais para Plus-Energy Houses, edifícios que anualmente produzem mais energia do que consomem.

Os outros dois projetos Re-thinking Urban Housing fazem uso de um empréstimo com uma garantia de 20 anos fornecida pelo Centro de Desenvolvimento e Financiamento de Habitação da Finlândia (ARA).

O projeto Village Co-Living + LiM (Living in Metropolises) na parte norte de Verkkosaari, no bairro de Kalasatama, visa criar uma vida comunitária a um "custo razoável". 

O Village Co-Living é uma comunidade de Helsínquia com experiência em vida comunitária, e a LiM é uma especialista em toda a Europa em habitações acessíveis e sustentáveis. As duas entidades formaram uma parceria para resolver o desafio tanto do alto custo das casas como da solidão.

O grupo-alvo do projeto valoriza rendas acessíveis, o apoio da comunidade nos assuntos quotidianos, instalações de alta qualidade pensadas para a vida comunitária e a oportunidade de influenciar a tomada de decisões da sua comunidade.

A Circular City Village em Jätkäsaari envolve um projeto para promover  a construção de habitações sustentáveis e comunitárias, e foi criada pela City Village CO-10, uma startup de desenvolvimento sustentável.

O Circular City Village é baseado no conceito de vida comunitária urbana, desenvolvido por dois promotores imobiliários, um britânico especialista em sustentabilidade e um finlandês especialista em comunidades.

Neste âmbito, um edifício de apartamentos será planeado, construído e habitado de acordo com 10 princípios de habitação urbana sustentável (CO-10), num modelo de manutenção do ciclo de vida baseado na economia circular.

 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.