SMART CITIES
Imobiliária americana propõe comunidades sem carros

Imobiliária americana propõe comunidades sem carros

A Culdesac, que se descreve como “o primeiro promotor imobiliário pós-carros do mundo”, planeia construir em Tempe, Arizona, o que afirma ser o primeiro bairro sem carros dos EUA

 

O milhar de residentes do empreendimento de 140 milhões de dólares não terão carros particulares – ou pelo menos estacionamento para os mesmos – mas o bairro disporá de estacionamento para visitantes, veículos de emergência, carsharing e entregas.

Apesar de muitas cidades nos EUA, e em outros locais do mundo, já estarem a implementar zonas sem carros nos seus centros, o projeto de Tempe marca o primeiro acordo do país entre uma cidade e um promotor imobiliário para construir uma comunidade a esta escala com zero estacionamento residencial, de acordo com a Culdesac.

"As comunidades em que vivemos foram otimizadas para a era dos carros levada ao extremo“, explica Ryan Johnson, co-fundador e CEO da Culdesac. “A Culdesac está a construir espaços para a era pós-carros. A partir do próximo ano, os moradores do Culdesac Tempe poderão viver a vida a partir da sua porta, em vez de a ver através dos pára-brisas”.

O local foi escolhido devido ao forte mercado de trabalho da cidade, ao aumento da população e ao facto de ter terras disponíveis diretamente adjacente a uma estação de comboio de passageiros. Além disto, a Culdesac acrescentou que a liderança local tem uma reputação de ser inovadora, inovadora e orientada para tomar ação.

“A equipa da Culdesac tem-se provado um verdadeiro parceiro do conselho da cidade e das suas comunidades vizinhas, e estamos ansiosos para dar vida à primeira comunidade sem carros do país na nossa cidade", disse Mark Mitchell, mayor de Tempe.

A Culdesac garante que a comunidade de Tempe será capaz de oferecer três vezes a quantidade média de espaço verde, além de áreas comuns, incluindo um supermercado, cafeteria, espaço de coworking, mercado municipal e outras lojas, além de apartamentos para aluguer.

Haverá também um autocarro de transfer, zonas para embarque em ridesharing, scooters com parqueamento dedicado, etc.

A equipa da Culdesac está a trabalhar em estreita colaboração com o arquiteto Dan Parolek, que popularizou o termo 'Missing Middle Housing', um conceito para diversas opções de moradias para criar espaços sustentáveis e acessíveis.

"Como o poder de inovação nos transportes é maior em escala, estamos a considerar locais de 50 a 100 acres para o nosso próximo projeto", disse Jeff Berens, co-fundador e diretor de operações da Culdesac. 

A empresa também anunciou que angariou 10 milhões de dólares em financiamento de capital de risco para investir nas suas operações corporativas lideradas pela Khosla Ventures, bem como a Initialized Capital, Zigg Capital, Bessemer Venture Partners e Y Combinator. 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.