SMART CITIES
Helsínquia será a primeira cidade da UE a entregar relatório de sustentabilidade

Helsínquia será a primeira cidade da UE a entregar relatório de sustentabilidade

A capital finlandesa será a primeira cidade europeia a entregar o seu Relatório de Desenvolvimento Sustentável à ONU, na conferência de acompanhamento em 18 de julho.

O High Level Political Forum on Sustainable Development (HLPF) é realizado em Nova York de 9 a 19 de julho de 2019. A conferência mais importante sobre desenvolvimento sustentável da ONU, o HLPF avalia o progresso global em relação às metas estabelecidas no programa Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Inaugurado em 2015, o programa Agenda 2030 visa erradicar a pobreza extrema e o promover o desenvolvimento sustentável, levando em conta o meio ambiente, a economia e as pessoas.

Em setembro de 2018, Helsínquia comprometeu-se voluntariamente a informar a ONU sobre sua própria implementação das metas de desenvolvimento sustentável – a segunda cidade do mundo, a seguir a Nova York. O relatório “Da Agenda à Ação - A Implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU em Helsínquia 2019” foi concluído em junho de 2019. As conclusões do relatório mostram que os objetivos da última Estratégia da Cidade de Helsínquia se alinham muito bem com os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. Além disso, Helsínquia já realizou e está a realizar muitas medidas que promovem os objetivos da ONU. As conclusões do relatório também serão usadas para apoiar o planeamento das iniciativas da cidade no futuro.

O mayor de Helsínquia, Jan Vapaavuori, prestará declarações durante uma sessão focada no papel do HLPF deste tema, de forma a torná-lo um monitor ainda mais eficiente da implementação da Agenda 2030 quando terminar o primeiro ciclo de quatro anos.

Além disso, Vapaavuori terá apresentações em quatro eventos relacionados, um dos quais organizado pela cidade de Helsínquia juntamente com a cidade de Nova York e a Representação Permanente da Finlândia nas Nações Unidas.

Helsínquia e Nova York têm colaborado de perto durante todo o processo e encorajam que outras cidades se envolvam em relatórios de implementação voluntária.

“A influência das cidades no mundo está em constante crescimento, devido a fatores como a urbanização e a natureza urbana dos desafios globais. Cada vez mais cidades se estão a unir aos estados para resolver problemas globais. O trabalho mais importante e concreto com a Agenda 2030 é feito a nível local - perto das pessoas. Helsínquia colabora ativamente com outras cidades para garantir que o papel das cidades como influenciadoras seja reconhecido nos principais fóruns e redes internacionais. No futuro, um importante fórum de cooperação entre estados e municípios poderia ser a implementação das metas da ONU para o desenvolvimento sustentável ”, conclui Vapaavuori.

Os temas destacados pela Filândia no fórum incluem educação, competência e “future-skills” e as respetivas influências no desenvolvimento sustentável. A delegação, chefiada pelo Ministro da Educação, Li Andersson, inclui representantes da cidade de Helsínquia, vários ministérios e a organização juvenil local da Agenda 2030, bem como organizações e empresas cívicas.

Durante o fórum, a Finlândia organizará dois eventos relacionados e, na sua nova capacidade de Presidente do Conselho da União Europeia, e em conjunto com a UE, o primeiro evento na framework da ONU que apresenta o trabalho da UE na Agenda 2030.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.