SMART CITIES
Já foi dada abertura ao Go Green in the City 2019

Já foi dada abertura ao Go Green in the City 2019

A Schneider Electric lançou o Go Green in the City 2019, a sua competição global destinada a estudantes com ideias ousadas e soluções inovadoras para a criação de cidades mais sustentáveis, inteligentes e energeticamente eficientes

No seu nono ano, o Go Green in the City é um evento fundamental para os estudantes de engenharia e gestão de todo o mundo. Em 2018, mais de 24 000 jovens de 3000 universidades pertencentes a 163 países participaram nesta competição, dos quais 58% foram estudantes do sexo feminino. O Go Green in the City constitui uma oportunidade de influenciar a economia digital e a oportunidade de conhecerem e de serem apoiados por especialistas da indústria, podendo até vir a trabalhar para a Schneider Electric.

 

Sustentabilidade unida à Tecnologia

Em 2019, esta competição deverá atrair ainda mais atenção graças às quatro categorias específicas abordadas. Os estudantes estão convidados a apresentar as suas ideias mais ousadas numa das seguintes categorias:

  • Edifícios do Futuro
  • Fábricas do Futuro
  • Redes do Futuro
  • Sustentabilidade e Acesso à Energia

 

Estes desafios estão relacionados com a estratégia de sustentabilidade da Schneider Electric, refletindo o compromisso da empresa para com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (SDG). Os estudantes estão convidados a partilhar as suas ideias sobre como reformular o futuro e mostrar uma faceta mais eficaz da sustentabilidade: a ligação dos impactos sociais e ambientais com o mundo da tecnologia e dos negócios.

Olivier Blum, principal responsável pelos Recursos Humanos da Schneider Electric, comentou:

“A geração jovem de hoje enfrenta desafios consideráveis no que respeita a criar um futuro radioso para si. Um mundo sustentável no futuro apenas será possível se capacitarmos os jovens e os ajudarmos a tornarem-se no motor da inovação.  É com orgulho que afirmo que Go Green in the City se tornou numa plataforma onde os estudantes podem desenvolver as ideias que nos conduzirão a um futuro melhor.”

As equipas têm de ser compostas por dois estudantes que frequentam escolas acreditadas na área da gestão, engenharia, física, informática, matemática e outras ciências. Os membros das equipas têm de pertencer ao mesmo país ou região durante a competição,  e cada equipa deve incluir, pelo menos, um membro do sexo feminino, em linha com a política de promoção da diversidade e inclusão da Schneider Electric. O prazo para a apresentação de projetos é 25 de maio de 2019.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.