SMART CITIES
Projeto de carsharing elétrico em Porto Santo esgota inscrições em 12 horas

Projeto de carsharing elétrico em Porto Santo esgota inscrições em 12 horas

O Governo Regional da Madeira vai emprestar 20 automóveis eléctricos a 36 famílias da ilha do Porto Santo. Inscreveram-se o dobro – num período de tempo 30 vezes inferior ao inicial prazo de 15 dias.

Durante o próximo ano, e sem qualquer custo para os utilizadores, serão disponibilizados automóveis eléctricos para serem utilizados por cada um dos participantes do programa, com um período de utilização, por pessoa, de dois meses.

Segundo o jornal Público, a cedência temporária das 20 viaturas eléctricas da marca Renault ZOE — uma parceria entre a Empresa de Electricidade da Madeira e o Grupo Renault — está inserida na estratégia que o executivo madeirense desenhou para a ilha, no âmbito do projecto Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island. A ideia é transformar a ilha num laboratório para as novas tecnologias ligadas às energias renováveis, e a mobilidade eléctrica assume aqui um papel primordial.

Para já, o entusiasmo da população excedeu as expectativas. O prazo para a entrega de candidaturas ao projecto de cedência de viaturas abriu no dia 3 de Maio e estava previsto prolongar-se até ao dia 17. Em poucas horas foram preenchidas as vagas existentes, levando ao encerramento do acesso ao formulário de candidatura, segundo o gabinete do vice-presidente do Governo regional, Pedro Calado. A selecção dos 36 participantes foi feita por ordem de inscrição, deixando os restantes 36 em lista de espera.

Como uma orografia plana, em contraponto com a vizinha ilha da Madeira, e de dimensões reduzidas, Porto Santo apresenta características que podem potenciar a utilização de veículos eléctricos.

A taxa de sucesso desta iniciativa de cedência de automóveis poderá ser medida de várias maneiras: pelo acréscimo de veículos eléctricos adquiridos na ilha do Porto Santo face ao arranque do projecto; pelo número de veículos eléctricos do projecto de demonstração (20) que permanecerão no Porto Santo, e pelo número de entidades que adquirirem veículos eléctricos (organismos públicos, hotelaria, agência de viagens, rent-a-car, táxis, comerciantes e público em geral).

Neste momento, adianta, já há no sector público empresarial veículos eléctricos que são utilizados nos serviços de manutenção e operação. Independentemente da aquisição pontual de veículos eléctricos, segundo o Governo regional, nas próximas renovações de frota perspectiva-se uma progressiva substituição de veículos convencionais por eléctricos também nos serviços de Administração Pública.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.