SMART CITIES
Soluções de IoT ajudam a prevenir incêndios florestais

Soluções de IoT ajudam a prevenir incêndios florestais

Com recurso a imagens captadas por drones, a Minsait monitoriza e supervisiona as torres elétricas de alta e média tensão e verifica as condições da vegetação. Os dados recolhidos são processados por IA, que gera um alerta para o centro de controlo de fogos florestais

Todos os anos, fogos florestais consomem milhões de hectares de área florestal, causando graves prejuízos ecológicos e económicos. Portugal é há décadas fustigado por estes fenómenos, criados tanto pelo uso indevido do fogo, condições climatéricas extremas ou por mão criminosa. De acordo com dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, entre os dias 1 de janeiro e 15 de julho arderam em média 21 mil hectares de floresta, nos últimos 9 anos.

Com o intuito de prevenir ou detetar precocemente incêndios florestais, a Minsait, uma empresa da Indra, líder em transformação digital e tecnologias da informação, apresenta várias soluções baseadas em Inteligência Artificial, LIDAR (Light Detection And Ranging) e IoT.  As soluções da Minsait abrangem duas vertentes: a monitorização aérea do território e a deteção inteligente de incêndios. 

A monitorização aérea é uma solução de segurança com procedimentos automatizados para identificar incidentes e gerar informações rastreáveis e fiáveis sobre os mesmos. Com recurso a drones (UAV) é possível monitorizar e supervisionar as linhas elétricas de alta e média tensão, bem como o acesso a instalações, verificando as condições da vegetação. A recolha destes dados é processada por inteligência artificial, que gera um aviso sempre que há necessidade de podar a vegetação em redor de equipamentos elétricos, ou qualquer outra anomalia. O recurso a drones proporciona maior segurança (evitandos riscos de acidentes de trabalho pela ausência de vigilantes no local) e uma maior poupança de recursos (pois não requer a utilização de meios aéreos de passageiros).

A solução de deteção inteligente de incêndios da Minsait passa por uma solução inovadora de baixo custo, fácil instalação e escalabilidade. Com base na visão artificial e tecnologia IoT é possível detetar previamente incêndios florestais através de monitorização 24h de equipamentos e condições meteorológicas. Este sistema de deteção de incêndios é constituído por dispositivos colocados nas torres de eletricidade que são capazes de detetar e identificar fumo, fontes de luz ou hotspots, que possam ser focos de incêndios. Além da recolha de dados do campo através de imagens captadas em 360º, a solução da Minsait permite gerar e enviar alertas para os centros de controlo com a referida localização e informação do incidente. Os dispositivos estão também equipados com sensores capazes de detetar aspetos não visíveis como temperatura, humidade ou pressão atmosférica, de forma a evitar falsos alarmes.

Com estas soluções, a Minsait contribui para prevenir e mitigar os efeitos das alterações climáticas. A empresa já tem várias soluções que promovem um desenvolvimento mais sustentável em áreas como a eficiência energética e a redução do impacto ambiental das cidades, entre muitas outras, e que ajudam os governos e as empresas a serem mais eficientes e sustentáveis. A empresa continua a inovar na sua oferta para desenvolver novas tecnologias que contribuam para o progresso e a luta contra o aquecimento global.

 

Solução Faedo deteta incêndios florestais na serra de Cádis

A Minsait é uma empresa da Indra, empresa que já instalou na região de Retin, na Serra de Cádis (Espanha) para as Forças Armadas Espanholas, o sistema Faedo, para monitorizar e detetar fogos florestais. Este sistema, que também foi implementado para proteger outras florestas em Espanha e na Bulgária, inclui sensores térmicos capazes de medir com precisão a temperatura em distâncias de até 20kms. As estações enviam a informação para o centro de controlo, onde o sistema diferencia pequenos incêndios de falsos alarmes através de um sofisticado algoritmo. Os incêndios são detetados de forma imediata e geram um alerta que é imediatamente apresentado ao operador do centro de comando. Através de câmaras de visão noturna e diurna, é possível verificar o incêndio e conseguir a sua exata localização através de um modelo 3D do terreno. A situação é avaliada para a tomada de decisões quanto aos recursos a utilizar e ao percurso ideal para chegar ao local.

Além de detetar focos de incêndios, o sistema permite controlar sua evolução e monitorar os trabalhos de extinção. Para isso dispõe de ferramentas para saber a localização em qualquer momento dos meios utilizados e identificar os pontos de carregamento de água. 

Este tipo de tecnologia reduz em 40% o número de incêndios e em 30% a área média ardida.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.