EDIFÍCIOS
Edifício com certificação LEED permitir diminuição de consumo em 50%

Edifício com certificação LEED permitir diminuição de consumo em 50%

Monitorização e controlo energético permitem desenvolver edifícios hoteleiros mais eficientes e preparados para atingir certificações exigentes

A Schneider Electric participou recentemente na Conferência BioEconomic LEED, realizada em Barcelona, um evento dedicado à importância deste tipo de certificações para o setor hoteleiro e sobre as mais-valias da monitorização e controlo energético dos edifícios.

Os objetivos deste encontro foi dar visibilidade aos benefícios dos edifícios com Certificação LEED, desenvolvida pelo US Green Building Council. Esta certificação reconhece as estratégias e melhores práticas de construção quer em edifícios novos, quer em contexto de reabilitação, garantindo que o edifício terá um menor impacto ambiental e que a sua rentabilidade, valorização e conforto dos seus ocupantes sejam maiores

Fatores como a crise energética, as alterações climáticas, a falta de recursos ou o crescimento populacional, estão a promover uma mudança de paradigma no setor da construção. Edifícios com consumo de energia zero, neutralidade das emissões de CO2, respeito pelo meio ambiente e elevado conforto para os ocupantes, são os novos requisitos da construção sustentável.

A possibilidade de monitorizar instalações e controlar a energia pode ser a chave para dar resposta a estes desafios. A implementação de metodologias e sistemas de controlo e automação, podem ser o próximo passo para a obtenção de certificações tão exigentes quanto a LEED. Uma certificação que envolve a identificação dos valores ambientais de um edifício, aplicando uma metodologia de avaliação reconhecida a nível global.

Alguns desses processos são obrigatórios e estabelecem a regulamentação em instalações elétricas de baixa tensão. Fernando Ferreira, Ecobuildings Manager da Schneider Electric afirma que "um edifício com certificação como a LEED pode reduzir o seu consumo de energia em aproximadamente 50%, o consumo de água até 40% e aumentar seu valor imobiliário em 7,5%".

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.