ENERGIAS
A Repsol e a Microsoft reforçam parceria para transição energética

A Repsol e a Microsoft reforçam parceria para transição energética

A Repsol e a Microsoft vão desenvolver, em conjunto, novas soluções digitais baseadas em inteligência artificial para acelerar da transformação digital da empresa multienergética e a transição energética globa

A Repsol e a Microsoft renovaram o seu acordo de colaboração estratégica centrado no acelerar da transformação digital da empresa multienergética e a transição energética global. As duas empresas vão desenvolver, em conjunto, novas soluções digitais baseadas em inteligência artificial. Além disso, como parte desta aliança a longo prazo, a Repsol vai fornecer energia renovável à Microsoft para as suas operações na Europa. Assim, a Repsol ampliará o uso das soluções na nuvem da Microsoft para potenciar as suas operações, incluindo uma nova aposta na plataforma Azure.

Nas palavras do presidente-executivo da Repsol, Josu Jon Imaz, “não há dúvida de que o alargar desta colaboração e o fornecimento de energia renovável reafirmam a visão que ambas as empresas partilham sobre sustentabilidade e sobre como a digitalização tem transformado o setor energético”.

Graças a esta colaboração, equipas de ambas as empresas vão partilhar a sua ampla experiência no setor energético e em tecnologias digitais para explorar novas possibilidades de desenvolvimento que ajudem a acelerar a transformação da indústria, utilizando a inteligência artificial, a Internet das Coisas e o edge computing. As áreas de interesse para ambas as empresas incluem o uso de tecnologias disruptivas em sistemas autónomos e em operações eficientes, sistemas de melhoria de produtividade e de segurança para os colaboradores e o impulso no desenvolvimento de soluções energéticas sustentáveis, como a utilização de biocombustíveis avançados e o armazenamento energético, entre outras. 

 

A Repsol vai fornecer energia eólica e solar fotovoltaica à Microsoft para as suas operações na Europa, como parte deste acordo a longo prazo. As duas empresas partilham a mesma ambição nos seus objetivos de redução de emissões. A Microsoft anunciou que vai obter 100% do seu fornecimento energético a partir de energias renováveis em 2025, enquanto a Repsol, que foi a primeira empresa do setor a anunciar o objetivo de alcançar a neutralidade carbónica em 2050, tem como meta situar a sua capacidade de geração renovável em 7,5 GW em 2025 e em 15 GW em 2030.

"Hoje em dia, o mundo enfrenta uma crise climática e temos a oportunidade de ajudar o setor energético, colocando à sua disposição os avanços da tecnologia digital na transição rumo a um futuro mais sustentável", disse Satya Nadella, CEO da Microsoft. "A nossa colaboração com a Repsol junta a liderança da empresa em energias renováveis com a potência da Azure, Microsoft 365 e Power Platform para acelerar a transformação digital da Repsol e reduzir a pegada de carbono". 

Adicionalmente, como parte da sua estratégia da nuvem híbrida e do seu extenso Programa de Digitalização, a Repsol ampliou a utilização de soluções na nuvem da Microsoft e voltou a apostar na Microsoft Azure. A multienergética também está a ampliar o uso do Microsoft 365 e Microsoft Teams como ferramentas para incrementar a colaboração, a comunicação e a produtividade dos seus colaboradores, assim como o uso de Power Platform para o desenvolvimento de aplicações de baixo código e a automatização de processos por parte dos utilizadores de forma autónoma. A proliferação destas tecnologias na Repsol ajudará a empresa a avançar no seu Plano Estratégico 2021-2025 e a acelerar o seu Programa de Digitalização como elemento fundamental da sua transformação como empresa, através do qual prevê um impacto positivo de mais de 800 milhões de euros em 2022. 

O anúncio baseia-se no progresso que a Repsol e a Microsoft realizaram desde o início da sua colaboração em 2017. Através da sua aposta nas soluções na nuvem, ambas as empresas assentaram as bases para transformar as operações da Repsol, incluindo a tomada de decisões em tempo real através da análise de dados e do aumento da segurança operacional e dos colaboradores. A Repsol foi referida recentemente na publicação Microsoft Sustainability. Good for Business. Executive Playbook, onde a empresa foi reconhecida como líder no uso da tecnologia para avançar nos seus objetivos de sustentabilidade.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.