MOB
Microsoft, Galp, GoWithFlow e TAIKAI unem-se pelo futuro da mobilidade elétrica

Microsoft, Galp, GoWithFlow e TAIKAI unem-se pelo futuro da mobilidade elétrica

O hackathon “Building the Future” organizado pela Microsoft, Galp, GoWithFlow e TAIKAI procura soluções para diferentes desafios e tem um prémio de 3.000€ para o melhor projeto e de 1.000€ para o 2º e 3º lugares

A Microsoft lançou o desafio e a Galp e a GoWithFlow juntaram-se na organização de uma competição de inovação aberta para construir o futuro da mobilidade elétrica, com o apoio da TAIKAI. O hackathon “Building the Future” procura soluções para diferentes desafios e tem um prémio de 3.000€ para o melhor projeto e de 1.000€ para o 2º e 3º lugares. As inscrições estão abertas a todos os programadores, sejam estudantes ou profissionais com vários anos de experiência, inovadores e empreendedores até dia 18 de fevereiro.

A mobilidade elétrica é um setor em crescimento, apresentando-se como a alternativa mais sustentável, num momento em que os países estabelecem metas climáticas ambiciosas para reduzir o efeito estufa. Para impulsionar a inovação neste âmbito e promover a sensibilização da comunidade para estes temas, o “Building the Future Hackathon” desafia os participantes a responder a quatro grandes áreas: explorar o potencial de aplicações V2G (vehicle-to-grid) e V2H (vehicle-to-home), que permitem que a energia armazenada em veículos elétricos seja realimentada na rede, ou em casa, respetivamente; criar plataformas de partilha de dados e perfis dos utilizadores da microrrede e de mobilidade elétrica; projetar infraestruturas para a mobilidade elétrica partilhada que dêem resposta à crescente procura e não representem elevados custos para as operadoras; desenvolver aplicações em blockchain que possa acrescentar valor neste setor.

Para responder a estes desafios, os participantes poderão organizar-se em equipas de três a cinco elementos, identificar a área para a qual querem apresentar a sua solução e começar a maratona de três fases. Na fase de ideação, as equipas terão duas semanas para escolher o desafio e desenhar uma primeira solução, definindo a sua proposta de valor, como irá funcionar e que tecnologia irão utilizar no desenvolvimento. As dez melhores propostas passarão, posteriormente, à fase de desenvolvimento, que terá a duração de seis dias. Após a submissão, as equipas terão ainda de fazer um pitch online da sua solução ao júri da iniciativa, que irá votar nos melhores, através do sistema de votações baseado na tecnologia blockchain da TAIKAI.

“Na Microsoft, estamos comprometidos em utilizar a tecnologia para melhorar a vida das pessoas em todo o mundo e ajudá-las a serem cada vez mais sustentáveis. Conscientes desta necessidade, sobretudo na fase em que nos encontramos, juntámo-nos à Galp e à GoWithFlow para desafiar recém-licenciados, profissionais e empreendedores a apresentarem soluções inovadoras de Mobilidade Elétrica”, explica Andrea Rubei, Marketing and Operations Executive Director da Microsoft Portugal.

“Acreditamos que os melhores resultados são alcançados quando trabalhamos de forma colaborativa. Os hackathons são um exemplo disso e impulsionam a inovação por meio de prototipagem rápida, que é fundamental para moldar o futuro da energia. Estamos entusiasmados com o lançamento do primeiro Hackathon Construindo o Futuro para desbloquear oportunidades dentro da Mobilidade Elétrica e com podermos colaborar com as equipas.”, acrescenta Ana Casaca, Head of Innovation da Galp.

“Alcançar a mobilidade sustentável requer perguntas simples - como fazemos a transição de uma frota de veículos tradicionais para veículos limpos? Como podemos gerir com eficiência a infraestrutura de carregamento para os apoiar? - no entanto, estes podem ser alguns dos grandes desafios com que se deparam os negócios, hoje”, partilha Jane Hoffer, CEO da GoWithFlow. “As nossas raízes em I&D tecnológico criaram um ambiente de inovação e estamos ansiosos por ver quais as soluções que estes programadores criativos podem aplicar a estas questões críticas.”

“Os desafios de inovação aberta são uma forma de as empresas que estão a desenhar o futuro das sociedades abrirem as suas portas aos cidadãos e permitirem-lhes contribuir para a construção desse mesmo futuro. A mobilidade elétrica é, sem dúvida, um dos desafios mais emergentes e, por isso, acreditamos que esta será uma iniciativa de sucesso”, remata Mário Alves, CEO da TAIKAI.

Ao realizar este hackathon na plataforma da TAIKAI, a organização está a lançar o desafio a uma comunidade global de mais de 35.000 programadores, empreendedores e estudantes.
 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.