ENERGIAS
Investidos 100 mil milhões de euros anuais no hidrogénio verde

Investidos 100 mil milhões de euros anuais no hidrogénio verde

Com o apoio da Breakthrough Energy, o European Green Hydrogen Acceleration Center irá estimular o desenvolvimento da economia do hidrogénio verde, onde Portugal é parte interessada com 37 projetos a submeter à EU

A EIT InnoEnergy, o motor da inovação e empreendedorismo na área da energia sustentável na Europa, lança hoje o European Green Hydrogen Acceleration Center (EGHAC), para apoiar o desenvolvimento de uma economia no valor de 100 mil milhões de euros por ano na área do hidrogénio verde até 2050, com o potencial de criação de meio milhão de postos de trabalho diretos e indiretos. 

Esta iniciativa será um factor determinante no ecossistema de hidrogénio verde da Europa e trabalhará em colaboração com os esforços existentes neste espaço para alcançar a visão da Europa, sendo apoiada pela Breakthrough Energy, fundada por Bill Gates conjuntamente com um grupo de investidores privados mundiais da área da tecnologia e negócios, para acelerar a transição energética e mitigar as alterações climáticas no percurso para emissões zero até 2050. 

O hidrogénio verde é um impulsionador chave na transformação do setor de energia da Europa e um catalisador para a descarbonização da indústria associada ao mesmo. Como fonte de energia de baixas emissões, o hidrogénio verde está bem posicionado para se tornar uma peça central da economia ligada à neutralidade carbónica da União Europeia, assegurando autonomia estratégica através da diminuição da dependência atual de importação de combustíveis fósseis de mais de 320 mil milhões de euros anuais.

O hidrogénio verde também pode ser utilizado para armazenar energia, o que o torna um facilitador chave para a expansão de fontes renováveis voláteis, em particular a energia eólica e solar. Para ir ao encontro do seu potencial, a Europa necessita de criar um ambiente propício ao investimento para acelerar a inovação e a capacidade de produção neste setor. A EGHAC posiciona-se como o motor de aceleração na produção de hidrogénio verde, a uma escala de gigawatt para desenvolver projetos industriais de grande escala, em toda a Europa. 

Entre as prioridades de curto prazo mais urgentes está a necessidade de diminuir a lacuna de preço entre as tecnologias emissoras de carbono e o hidrogénio verde, o que levanta enormes desafios às indústrias com uso intensivo de energia (aço, cimento, químicas, papel), transporte pesado (marítimo e camiões pesados) e fertilizantes. 

Jacob Ruiter, membro do conselho administrativo da EIT InnoEnergy, diz: “A comercialização de hidrogénio verde é absolutamente vital para que a Europa atinja os seus objetivos ambiciosos de se tornar o primeiro continente com emissões neutras até 2050. Simplesmente, não há melhor maneira de descarbonizar a indústria pesada e o transporte pesado, e pode ainda desempenhar um papel significativo no apoio à flexibilidade da rede através do armazenamento.” 

 

A EGHAC irá desenvolver diversas atividades, nomeadamente: 

  1. A promoção e cocriação de projetos industriais em toda a cadeia de valor, 
  2. A construção de conexões com outras cadeias de valor industrial e da energia, 
  3. A aceleração do desenvolvimento de tecnologia, 
  4. O estímulo de crescimento do mercado, 
  5. A aceitação da sociedade, 
  6. Preencher a lacuna existente na formação de competências nesta área. 

A EIT InnoEnergy já tem uma experiência valiosa neste tipo de iniciativas, proveniente da European Battery Alliance (EBA), que se tornou um modelo de grande sucesso para o desenvolvimento de cadeias de valor industriais especializadas na Europa, com um impacto económico visível em velocidade recorde e com um valor de mercado anual estimado em 250 mil milhões de euros a partir de 2025. Para a Europa, a criação de uma cadeia de valor doméstica de baterias é imperativa para a transição energética e uma indústria competitiva. 

A chave para o sucesso da EIT InnoEnergy, atuando no centro da transição energética, estabelece-se na promoção da colaboração de inovadores, empreendedores, investidores e outras partes interessadas relevantes para atingir uma meta muito ambiciosa. 

Ruiter acrescenta: “Estamos muito satisfeitos por liderar esta iniciativa com o apoio da Breakthrough Energy e esperamos trabalhar para reduzir o custo do hidrogénio verde, estimular a aceitação do mercado desta tecnologia e construir uma forte cadeia de valor na Europa, o mais rápido possível. A velocidade é essencial.” 

Ann Mettler, diretora sénior da Breakthrough Energy, considera que “O Pacto Ecológico Europeu (Green Deal) é a plataforma de lançamento perfeita para o Centro Europeu de Aceleração do Hidrogénio Verde. Com base na dinâmica política, o Centro utilizará o hidrogénio verde como um motor para a profunda descarbonização da indústria europeia. Neste contexto, criará um pipeline de projetos pioneiros de grande escala, lançará uma nova geração de parcerias público-privadas e acelerará a velocidade de entrega de megawatts para gigawatts.” 

Portugal tem vindo a assumir uma posição pioneira no hidrogénio verde, apoiada pela sua vasta experiência e resultados positivos na produção de energia através de fontes renováveis, parte fundamental do hidrogénio verde, assim como pela posição geográfica privilegiada e estruturas portuárias que permitem o seu transporte de forma eficiente. Esta é uma indústria que pode contribuir até 740 milhões de euros para a economia portuguesa e criar até 18.450 postos de trabalho, segundo um estudo desenvolvido pela Fuel Cells and Hydrogen Joint Undertaking (FCHJU). 

No seguimento do lançamento da Estratégia Nacional para o Hidrogénio, foram apresentados 74 projetos na área do hidrogénio, no decurso da consulta pública, com investimentos propostos a atingirem 16 mil milhões de euros. Este é indicativo de um ecossistema dinâmico e de uma economia que está à procura de novas soluções para responder aos desafios da transição energética, no qual o EGHAC terá um papel central na dinamização deste ecossistema. 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.