ENERGIAS
Schneider Electric forma parceria com Ball Corporation

Schneider Electric forma parceria com Ball Corporation

A Schneider Electric colaborou com a Ball em dois acordos de compra e venda de energia virtual a longo prazo (VPPA) na Europa, num total de 93,4 MW, que vão ajudar a empresa a cobrir cerca de 63% da eletricidade utilizada nas suas fábricas de latas de alumínio para bebidas com energia renovável, proveniente de parques eólicos

A Schneider Electric colaborou com a Ball Corporation na assinatura de dois acordos de compra e venda de energia virtual (VPPA). A Schneider Electric apoiou a empresa norteamericana na seleção dos projetos e nas negociações por um total de 93,4 MW de energia eólica, que permitirão à empresa cobrir, com energia renovável, cerca de 63% da procura de energia elétrica nas suas fábricas europeias de latas de alumínio para bebidas (exceto na Rússia).

Em colaboração com a Schneider Electric, a Ball Corporation assinou dois VPPA na Europa, um para o projeto Corral Nuevo, com a wpd (Espanha), e outro para o projeto Brattmyrliden, com a Falck Renewables (Suécia). A participação da Ball nos projetos irá gerar quase 308.000 MWh de eletricidade renovável na Europa a cada ano – o que equivale à energia de cerca de 10 fábricas de embalamento da Ball – e permitirá à empresa reduzir as suas emissões de gases de efeito de estufa de alcance 2 na Europa em cerca de 60%, em comparação com 2019, o que equivale a retirar da estrada mais de 47.000 veículos de passageiros por ano.

“A Ball está a demonstrar um importante papel de liderança na expansão do mercado emergente de VPPA na Europa”, afirma Raquel Espada, Strategy VP de Energy and Sustainability Services EMEA da Schneider Electric. “Ao assinar simultaneamente dois acordos eólicos em dois países distintos, a empresa demonstra a sua capacidade de diversificar e avançar de forma inovadora em direção aos seus objetivos ambientais e ao seu compromisso com a transição para as energias renováveis.”

Esta iniciativa está alinhada com o compromisso da Ball de utilizar 100% de energia limpa na Europa. Para tal, a empresa utiliza os PPA e os Certificados de Energia Renovável. “A assinatura destes acordos confirma o nosso firme compromisso com a redução das emissões absolutas de carbono, tanto nas nossas operações como na cadeia de valor”, assegura Kathleen Pitre, Chief Commercial and Sustainability Officer da Ball. “Ambos os projetos vão permitir-nos satisfazer uma parte considerável da nossa procura de eletricidade na Europa com energia eólica, bem como acelerar o progresso em direção aos nossos objetivos.”

Acordos de compra e venda de energia ou PPAs 

Os acordos de compra e venda de energia (PPAs, do inglês Power Purchase Agreements) off-site permitem que as empresas contratem energia diretamente a um promotor de projetos renováveis, que lhes assegura um preço fixo da energia durante vários anos, mitigando assim os riscos inerentes ao mercado energético.

Especificamente, o modelo de PPA virtual, que foi o negociado para a Ball, permite a aglomeração do consumo a nível internacional. Desta forma, as multinacionais com diferentes filiais europeias podem agrupar todos esses consumos num único PPA virtual.

“Os PPAs permitem às empresas dispor de energia renovável a uma escala muito maior do que anteriormente, o que é muito útil para aquelas que definiram objetivos públicos, ou que estão a crescer rapidamente e necessitam de uma solução escalável. Claro, os PPAs são contratos complexos e a longo prazo e, por isso, é importante contar com um assessor com vasta experiência internacional, como a Schneider Electric”, acrescenta Raquel Espada da Schneider Electric

 

 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.