REDES
A aplicação de digital twins em logística

A aplicação de digital twins em logística

A DHL lançou um relatório que identifica as tendências na implementação de digital twins em operações logísticas e explica o seu valor para o mercado

O primeiro IoT Day da DHL decorreu no seu Centro de Inovação, na Alemanha. Foi neste evento que foram dadas a conhecer as conclusões do Relatório de Tendências “Digital Twins em Logística”. O relatório procura explicar o conceito e a sua aplicação de forma a criar valor acrescentado, explica a DHL em comunicado. 

“O mercado de digital twins deve crescer mais de 38% por ano, ultrapassando a marca dos 26 mil milhões de dólares até 2025”, explica Matthias Heutger, Senior Vice President, Global Head of Innovation & Commercial Development da DHL. “Os digital twins oferecem recursos incomparáveis para localizar, monitorizar e diagnosticar ativos. Estes vão mudar as cadeias de fornecimento tradicionais, com uma variedade de opções que facilitam a tomada de decisões baseada em dados e colaboração, processos de negócios simplificados e novos modelos de negócio”, acrescenta Heutger.

No que toca à logística, a DHL entrende que os digital twins podem ter aplicações ao longo de toda a cadeia de valor, incluindo a gestão de frotas de contentores, monitorização de envios ou projeção de sistemas de logística. “Os sensores de IoT em contentores individuais, por exemplo, mostram a sua localização e monitorizam possíveis danos ou contaminações. Estes dados são enviados para um digital twin da rede de contentores, que utiliza sistemas de machine learning para garantir que os contentores são enviados da forma mais eficiente possível”, explica a empresa.

A utilização em armazéns, e não apenas em ativos individuais, também é possível: verificar o estado das máquinas e a disponibilidade do produto, acrescentando previsões e tomando decisões de forma autónoma sobre o stock ou entregas.

Os digital twins podem ser usados em pequena ou grande escala, acredita a DHL, mas a sua aplicação ainda enfrenta desafios para poder ser bem sucedida. Para isso, são necessários os Parceiros.

Markus Kückelhaus, Vice President, Innovation and Trend Research, DHL Customer Solutions & Innovation, afirma que “graças à IoT, computação em nuvem, inteligência artificial e a ferramentas avançadas de visualização, os digital twins estão a tornar-se uma opção cada vez mais atraente e acessível para as empresas. No entanto, reunir estas e outras tecnologias relevantes numa solução twin totalmente digital é uma tarefa complexa e desafiante. A estreita colaboração entre todos os Parceiros ao longo da cadeia de valor é, portanto, essencial para aproveitar o potencial desta medida na totalidade”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.