MOB
Como a Inteligência Artificial está a transformar o setor da logística

Como a Inteligência Artificial está a transformar o setor da logística

O estudo sobre tendências da DHL, "AI-Driven Computer Vision", revela que, nos próximos cinco anos, a tecnologia da visão computacional se transformará numa ferramenta comum para operar na logística

O mercado da visão computacional está a crescer, com os especialistas a preverem a quadruplicação das vendas, de 9,4 mil milhões de dólares em 2020 para 41,11 mil milhões de dólares em 20301. A visão computacional pode melhorar a eficiência, poupar tempo, aumentar a sustentabilidade e reduzir os custos. De acordo com o mais recente estudo sobre tendências da DHL, “AI- Driven Computer Vision”, a visão computacional é uma tendência que será parte integral das operações no setor da logística nos próximos cinco anos. Esta pesquisa revela como é que a visão computacional é aplicada em diferentes setores como retalho, saúde, produção, resposta e assistência em emergências, e destaca a sua versatilidade no setor da logística, nomeadamente no que diz respeito à segurança, operações e processos de envio.

"A visão computacional tem registado rápidos desenvolvimentos e todas as indicações mostram que se está a tornar numa tecnologia que molda a indústria e que é promissora ao longo de toda a cadeia de fornecimento - para os nossos clientes, colaboradores, parceiros e, certamente, para o ambiente", afirma Katja Busch, Chief Commercial Officer DHL e Head of DHL Customer Solutions and Innovation (CSI). "É um momento empolgante para as indústrias e os operadores logísticos aproveitarem o potencial da visão computacional, ajudando a alcançar processos mais eficientes, bem como operações mais seguras e sustentáveis."

A visão computacional é um domínio da inteligência artificial (IA), que permite aos computadores e sistemas extrair informações significativas de imagens digitais, vídeos e outros dados visuais. Estes sistemas podem atuar em conformidade ou fazer recomendações, recolhendo e reunindo dados visuais através de algoritmos.

 

 

Comunicado de imprensa

Klaus Dohrmann, Vice-Presidente e Head of Innovation and Trend Research da DHL CSI, acrescenta: "No setor da logística, estamos a assistir aos primeiros casos de utilização que demonstram a mais-valia da computação, incluindo várias aplicações na saúde e segurança, bem como o ajuste das medidas dos envios. À medida que a visão computacional evolui graças aos avanços tecnológicos na perceção de profundidade, reconstrução 3D e interpretação de imagens escuras e desfocadas, em breve irá desbloquear muitas outras oportunidades e trazer benefícios adicionais às empresas de logística."

 

Aplicações na indústria da logística

Para a indústria da logística, a visão computacional permite várias aplicações em quatro domínios:

Sáude e Segurança: Entre outros, a visão computacional pode melhorar a segurança no local de trabalho, identificando potenciais perigos em armazéns, depósitos e outras instalações de logística, minimizando assim os riscos e prevenindo acidentes. A visão computacional, também, pode melhorar a saúde dos colaboradores, reconhecendo más posturas e movimentos, detetando sinais precoces de fadiga e verificando se os colaboradores estão a utilizar o equipamento de proteção correto para garantir a conformidade.

  • Operações: Para detetar estrangulamentos e outras ineficiências, a visão computacional pode criar mapas de calor para analisar padrões de fluxo de trabalho no interior ou exterior de uma instalação, e até funcionar como segurança, identificando rapidamente entradas não autorizadas.
  • Gestão de ativos: A tecnologia de visão computacional pode ajudar a monitorizar os ativos logísticos de forma consistente e alertar as equipas de manutenção antes de surgirem quaisquer problemas. Mesmo que já tenham ocorrido defeitos, a visão computacional pode ajudar a identificar automaticamente prováveis falhas, erros e anomalias e simplificar a deteção de defeitos.
  • Processos de envio: A visão computacional oferece a vantagem de automatizar e simplificar o processo de dimensionamento nos envios, em que as medições precisas das áreas ou volumes dos objetos são essenciais para calcular as capacidades de armazenamento, o planeamento da carga, a logística de transporte e a faturação do envio. Também pode verificar se as encomendas cumprem os requisitos e estão classificadas adequadamente, bem como automatizar ciclos de contagem de inventário.

 

Desafios e preocupações para o futuro

Apesar de a visão computacional ser uma tecnologia promissora, apresenta vários desafios e preocupações. Estes incluem, por exemplo, conquistar o público, particularmente aqueles que temem a monitorização constante. A cibersegurança também é crucial neste contexto, abordando o uso de dados, a conformidade com o RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) e outras leis de privacidade e proteção de dados. Enfrentar estes desafios exige uma organização cuidadosa e a colaboração de todas as partes envolvidas.

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.