MOB
Indra instala sistema de controlo de ocupação no metro de Valência

Indra instala sistema de controlo de ocupação no metro de Valência

A Indra desenvolveu um sistema de limite da capacidade que permite fechar os torniquetes de acesso às estações quando o número máximo de passageiros permitido for atingido e abri-los no intervalo seguinte estabelecido pela Metrovalencia

A Indra desenvolveu para a rede metropolitana da cidade de Valência (Metrovalencia) um sistema que permite limitar de forma automática a capacidade dos comboios, bloqueando os torniquetes do sistema de controlo de acesso à estação.

Graças à solução da Indra, será possível fechar automaticamente os torniquetes quando for atingido o número máximo permitido de passageiros, de acordo com o nível de ocupação dos comboios previstos, abrindo-os no intervalo seguinte. Para este efeito, a solução da Indra contabilizará o número de acessos e compará-los-á com a capacidade máxima estabelecida pela Metrovalencia.

A solução, que entrou em funcionamento em outubro, está integrada com um sistema de informação através de ecrãs localizados nos acessos às estações, permitindo aos utilizadores serem informados do bloqueio nas entradas e do tempo estimado para poderem descer às plataformas.

Desta forma, a tecnologia da Indra, desenvolvida em tempo recorde, contribuirá para proteger os cidadãos, reduzindo o risco de contágio, bem como para manter maior segurança, operabilidade e qualidade de serviço do Metro.

Este projeto reforça a relação da Indra com a Metrovalencia, com quem mantém uma longa tradição de colaboração, assim como com os outros sistemas de transporte geridos pela Ferrocarrils de la Generalitat Valenciana (FGV). A empresa forneceu à FGV o seu sistema central de bilhética, máquinas automáticas de venda, sistemas para venda em bilheteiras, passagens de controlo de acessos e sistemas a bordo, entre outras soluções.

A Indra é uma das principais empresas de bilhética a nível mundial, com soluções próprias e projetos para sistemas de transporte como por exemplo os de Lisboa, Madrid, Barcelona, Amesterdão, Medellín, Santiago do Chile, Cairo, Kuala Lumpur, Calcutá, Mumbai, St Louis, Austin, Buenos Aires ou Cidade do México, entre muitos outros.

A Indra foi a empresa responsável pela renovação do sistema de bilhética do metro de Lisboa em 1999, assim como da posterior integração dos módulos de pagamento eletrónico nas máquinas automáticas e semiautomáticas para a venda dos títulos de transporte. O projeto permitiu aos utilizadores do Metro efetuar pagamentos em máquinas automáticas com cartões chip com protocolo EMV (um acrónimo que designa os três Sistemas Internacionais de Pagamento, Europay, MasterCard e Visa). A empresa também instalou os seus sistemas de bilhética nas estações mais recentes do Metropolitano de Lisboa.   

As suas soluções de ticketing Mova Collect facilitam a gestão económica do serviço de transporte, têm impacto na qualidade de vida dos cidadãos e tornam o acesso ao transporte mais cómodo e simples, reduzindo significativamente o tempo gasto no pagamento e promovendo a intermodalidade (utilização combinada de diferentes meios de transporte).

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.