SMART CITIES
Aeroportos europeus querem neutralidade carbónica até 2050

Aeroportos europeus querem neutralidade carbónica até 2050

No congresso anual europeu da Airports Council International, no Chipre, os atores do mercado de aviação presentes comprometeram-se a perseguir o objetivo da neutralidade carbónica até 2050

Os aeroportos europeus querem responder à emergência climática que acreditam enfrentar. O setor da aviação foi desafiado a encontrar uma ambição conjunta e projetar um caminho rumo à neutralidade carbónica.

São 194 aeroportos de 24 países europeus comprometidos no memso objetivo. Caso se concretize, a neutralidade carbónica deve reduzir 3,46 milhões de toneladas de emissões de CO2 anualmente.

Michael Kerkloh, president do ACI Europe e CEO do Aeroporto de Munique, refere que “os aeroportos europeus já estão a liderar a ação climática, com reduções anuais anunciadas todos os anos na última década. Este acordo traz uma nova dimensão, alinhando-se com o Acordo de Paris e os objetivos da grande maioria dos países da União Europeia.”

A ANA – Aeroportos de Portugal também se comprometeu com o objetivo.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.