SMART CITIES
Reino Unido obriga-se a ter emissões zero até 2050

Reino Unido obriga-se a ter emissões zero até 2050

Theresa May anunciou que o Reino Unido é o primeiro país a legislar para as metas climáticas a longo prazo. O objetivo passa por ter uma contribuição líquida para as mudanças climáticas nula até 2050

O Reino Unido anunciou uma meta que passa a ser legalmente obrigatória para erradicar a sua contribuição líquida para as mudanças climáticas até 2050.

Deste modo, o Reino Unido é o primeiro país das principais economias a legislar para alcançar uma economia líquida de emissões zero e definir uma data final para contribuir para o aquecimento global.

Esta meta segue uma recomendação do comité independente sobre mudanças climáticas, um assessor do Reino Unido e de seus governos e parlamentos delegados. “Como o primeiro país a legislar para metas climáticas a longo prazo, podemos orgulhar-nos do nosso histórico de lidar com as mudanças climáticas. Fizemos um enorme progresso no crescimento da nossa economia e do mercado de trabalho, ao mesmo tempo que reduzimos as emissões”, afirmou Theresa May, primeira-ministra que está a deixar o cargo.

“Este país liderou o mundo em inovação durante a Revolução Industrial e agora devemos liderar o mundo para uma forma de crescimento mais limpa e mais verde. Atingir a ‘net zero’ até 2050 é uma meta ambiciosa, mas é crucial que a consigamos para garantir a proteção do nosso planeta para as gerações futuras”, explicou a primeira-ministra demissionária.

O Reino Unido planeia realizar uma avaliação adicional dentro de cinco anos para confirmar que outros países estão a realizar ações igualmente ambiciosas, “multiplicando o efeito” da liderança do Reino Unido e garantindo que as indústrias do país não enfrentam concorrência desleal.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.