SMART CITIES
Carcavelos recebe novo centro de competências Schréder

Carcavelos recebe novo centro de competências Schréder

O terceiro centro da empresa no País foi estabelecido no campus da Nova SBE, e será dedicado tanto ao desenvolvimento de soluções como a equipar as cidades com habilitações e soluções que facilitem a criação de ambientes urbanos inteligentes

O centro, dedicado à marca Schréder Hyperion, tem como propósito de fornecer às cidade informação prática, soluções e formação que facilitem a criação de áreas urbanas mais inteligentes, conetadas e sustentáveis.

Esta localização é, para a marca, "um local estratégico para aproveitar tanto o talento tecnológico de Lisboa, bem como um ecossistema tecnológico internacional enraizado em parcerias e iniciativas de investigação". 

Na sua aposta para integrar tecnologias smart city, a Schréder está a desenvolver uma oferta de soluções de iluminação pública inteligente sob a marca Hyperion, para serem exportadas para o resto do mundo. A premisa do seu portfólio é aproveitar a iluminação pública – ativo já existente, distribuído uniformemente em toda a cidade, com uma conexão pré-estabelecida à rede elétrica – para fornecer toda a infra-estrutura necessária para o suporte tecnológico de uma cidade inteligente.

Assim, as soluções da Schréder Hyperion procuram ajudar os municípios a estabelecer plataformas abertas e interoperáveis que ofereçam tecnológias de fácil integração e que melhorem a qualidade de vida da cidade – uma estratégia que integra políticas públicas, reduz os custos operacionais ao mesmo tempo que reutiliza e transforma a infra-estrutura existente em sistemas interativos multifuncionais.

“As cidades precisam de soluções integradas para melhorar os seus serviços e a qualidade de vida dos seus cidadãos, com uma visão a longo prazo. Com a Schréder Hyperion, teremos uma oportunidade única para impulsionar a inovação e as desenvolver soluções inovadoras que contribuam para criar ambientes urbanos mais seguros, flexíveis e agradáveis”, refere Nicolas Keutgen, CIO da Schréder.

As soluções da Hyperion para smart cities incluem a Shuffle – uma coluna de iluminação modular e conectada na qual se podem integrar até cinco módulos diferentes, pensada como uma solução inteligente para a iluminação pública – e a Owlet, um sistema de controlo que conecta os equipamentos de iluminação com sensores utilizados para otimizar a gestão urbana.

Com estes projetos, fabricantes de diversos tipos de dispositivos podem desenvolver soluções para serem integradas na Shuffle, oferecendo assim os seus serviços de maneira direta às cidades e habitantes.

«Estamos a arrancar com produtos que acreditamos que trarão verdadeiro valor para as cidades e cidadãos; a Owlet é um potente motor de crescimento para as cidades em todo o mundo, e a Shuffle mantém um ecossistema em constante crescimento, de hardware, software e fornecedores de serviços associados”, explica o program manager da Schréder Hyperion, Cristian Tanase.

Schréder está a colaborar com especialistas em setores como equipamento de videovigilância, software de vídeo, serviços de comunicação, analítica de dados e Wi-Fi, com fim a conceber uma solução integral de iluminação e segurança.

O Shuffle pode integrar cinco módulos diferentes: câmaras, controlo remoto, sensores de poluição, Wi-Fi e carregadores de veículos elétricos – tendo uma posição ideal para fornecer iluminação pública e para as suas câmaras capturarem na perfeição o meio circundante. Além disso, no âmbito da segurança, permite configurar facilmente sensores e um botão de intercom para ajudar pessoas a situações de emergência a pedir socorro, bem como alerta de luz para direcionar as autoridades e socorristas para o lugar do incidente.

Adicionalmente, as colunas podem ajudar a monitorizar o trânsito e sinalizar lugares de estacionamento vagos, bem como emitir avisos nos locais de estacionamentos com tempo limitado.

Por outro lado, a Owlet é compatível com IPv6, que permite gerar um número praticamente ilimitado de endereços IP, facilitando a integração de dispositivos na rede. Assim, vai além de um simples sistema de iluminação, podendo interagir e trocar dados com sistemas circundantes, como sensores de tráfego / qualidade do ar e dispositivos de segurança.

Assim, todo o sistema ajuda as cidades a reduzir os seus gastos energéticos em 85% ao gerir o consumo de forma eficiente, melhora a manutenção e administração de recursos, e proporciona maior segurança à população.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.