SMART CITIES
Lisboa recebe conferência sobre Smart Cities

Lisboa recebe conferência sobre Smart Cities

Decorreu passado dia 22 de Junho a edição deste ano da Zoom Smart Cities, na qual os cidadãos – as suas necessidades, o seu papel, e, acima de tudo, as suas relações– foram o foco central da discussão

A terceira edição da Zoom Smart Cities teve como ponto central a ideia que não é apenas a tecnologia que torna uma cidade inteligente: é essencial ter as pessoas no centro da abordagem à incorporação e integração de soluções tecnológicas nas cidades.

“Nunca podemos considerar-nos uma cidade inteligente se nos focarmos exclusivamente na dimensão operacional,” refere Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa. “A abordagem terá de ser necessariamente que a tecnologia serve as pessoas e existe para melhorar a qualidade de vida dentro das cidades.”

“Se não tivermos esta perspetiva estamos a olhar para o lado do problema. Nós temos de olhar para os problemas e procurar incorporar as soluções que melhor facilitam a vida das pessoas.”

Manuel Sanromà, ex-CIO da cidade de Barcelona, complementa esta perspetiva com a noção de que o conceito de Smart não é uma questão de tecnologia, mas sim de dar resposta a perguntas – e, acima de tudo, fazer as perguntas certas. A tecnologia constitui, de facto, grande parte da resposta, mas apenas pode existir em função das perguntas que fazemos. Quais são as necessidades dos nossos cidadãos? Que problemas existem em cada zona? Que áreas é que temos de abordar para melhorar a qualidade de vida na nossa cidade?

Sanromà acrescenta ainda que “as cidades são como pessoas”: cada uma apresenta desafios e necessidades únicos, mas todas partilham uma estrutura morfológica e fisiológica universal, e esta deve ser a base do desenvolvimento e implementação de soluções Smart City.

 

Signify – light connects

Na apresentação "Lighting as a platform for Smart Cities: how Connected Lighting can enhance the IoT in the cities of the future", Ricardo Martins, CEO da Signify, apresentou a Interact, plataforma de IoT que recolhe insights da iluminação LED, sensores integrados, dispositivos IoT e aplicações de software Interact para ajudar a optimizar a eficiência energética / operacional e aplicar soluções IoT, equipada com tecnologias como edge computing, big data & analytics e Machine Learning.

Isto não só traz benefícios de eficiência energética associados à gestão centralizada e eficiente do sistema de iluminação, mas permite converte-lo numa rede de IoT alargada ao instalar sensores em cada luminária conetada à plataforma Interact. Desta forma, é possível converter o sistema de iluminação numa plataforma IoT a partir da qual podemos então desenvolver e/ou implementar soluções e projetos IoT— literalmente, lighting as a platform.

Adicionalmente, a Interact é escalável, o que significa que pode ser aplicada, por exemplo, ao sistema de iluminação de um edifício, ou a nível de uma cidade inteira, nomeadamente através da iluminação pública.

 

O potencial desta aplicação é obvio: é uma infraestrutura pré-existente, abrange toda a cidade, já está eletrificada e tem um número suficiente de unidades para oferecer uma monitoriação extremamente granular da área em questão.

A Signify demonstrou também a sua tecnologia LiFi (Light Fidelity), na qual a iluminação LED permite a ligação à internet de forma semelhante ao Wifi, com a diferença que o faz através das ondas luminosas em vez de ondas de rádio.

Este método tem a vantagem de não estar sujeita a interrupções ou variabilidade de força do sinal: desde que o dispositivo seja alcançado pela luz de uma luminária, terá sempre acesso à rede, permitindo que os utilizadores se movam ao longo das instalações sem deixar de desfrutar de uma boa ligação à internet em qualquer ponto, a qualquer hora. Adicionalmente, não sofre da congestão normalmente associada à wifi, conseguindo uma largura de banda de

Estas qualidades tornam o Lifi uma opção ideal para aplicações IoT, permitindo que um grande número de dispositivos espalhados numa área alargada disponham de uma ligação consistente e robusta à mesma rede, com uma velocidade adequada à resposta em tempo real que grande parte destas soluções necessitam.

 
Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.