EDIFÍCIOS
Tecnologia de iões na purificação do ar

Tecnologia de iões na purificação do ar

A tecnologia de purificação do ar da Sharp reforça o efeito dos iões naturalmente presentes no ar, que atuam sobre o ambiente de forma invisível, juntando-se às partículas de ar poluentes e quebrando a sua membrana celular. Esta tecnologia permite, assim, eliminar até 99 por cento destes poluentes

A poluição do ar por smog e poeira fina é, em muitos países, um problema cada vez maior. Os limites dos níveis de poluição são regularmente excedidos, sobretudo em cidades grandes e áreas metropolitanas. Com isso aumenta também a poluição por poeiras finas e outros poluentes nos espaços interiores das casas, o que pode causar problemas de saúde.

Passamos 90 por cento do nosso tempo dentro de edifícios e é precisamente aqui que se escondem muitas fontes de poluição, que prejudicam a qualidade do ar interior. Para além das partículas de pó e de sujidade, também os químicos contidos nos produtos de limpeza e nos materiais sintéticos, como por exemplo nos revestimentos em PVC, embalagens de plástico ou pele artificial, podem prejudicar os pulmões. Mesmo as bactérias na cozinha e os esporos de bolor escondidos representam um grande risco para a saúde.

Estes podem ser absorvidos pela respiração, influenciando o organismo humano, dependendo do tipo e do tamanho. Algumas das consequências para a saúde são as doenças cardiovasculares e as doenças pulmonares, influenciadas pelas condições ambientais, como a asma ou um estreitamento das vias respiratórias. Além disso, cada vez mais pessoas sofrem de alergias, causadas por estas partículas poluentes.

A Sharp, especialista em tecnologias de tratamento do ar, dispõe de purificadores de ar que oferecem soluções inovadoras para uso doméstico. Estes distinguem-se sobretudo pela tecnologia de iões Plasmacluster desenvolvida e patenteada pela marca. Esta tecnologia única reforça o efeito dos iões naturalmente presentes no ar, com a libertação de milhares de iões positivos e negativos, que atuam sobre o ambiente de forma invisível, juntando-se às partículas de ar poluentes e quebrando a sua membrana celular. Esta tecnologia permite, assim, eliminar até 99 por cento destes poluentes.

Institutos de teste no Japão e em outros países do mundo, como os EUA, Alemanha, Grã-Bretanha e China, comprovaram a eficácia da tecnologia de iões Plasmacluster. Para além dos testes internos, a Sharp trabalha com inúmeros profissionais externos independentes de diversas áreas, que executam testes de especialização, para comprovar a eficácia, o que aumenta a confiança nos produtos Plasmacluster da Sharp.

Para além da inovadora tecnologia de iões Plasmacluster, a Sharp trabalha ainda com um sistema de filtração de 3 níveis, composto por um pré-filtro para grandes partículas de sujidade, um filtro de carvão ativado para neutralização de cheiros desagradáveis e um filtro HEPA, que elimina mesmo as mais pequenas partículas suspensas, bactérias, alergénicos ou esporos de bolor. Além disso, os purificadores de ar da Sharp das séries UA-HD e UA-HG vêm equipados com várias funcionalidades inteligentes: desde sensores de temperatura, de movimento e de cheiro, até ao controlo automático da qualidade do ar, ou mesmo a função de humidificação no caso de ar seco em períodos quentes. Os aparelhos da Sharp funcionam de forma silenciosa, rápida e económica. Os modelos das séries UA-HD e UA-HG estão disponíveis em diferentes gamas para espaços com tamanhos entre 21 e 50 m².

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.