SMART CITIES
GACHA, o primeiro autocarro autónomo para todas as condições meteorológicas

GACHA, o primeiro autocarro autónomo para todas as condições meteorológicas

A japonesa MUJI e a finlandesa Sensible4 apresentaram aquele que dizem ser "o primeiro autocarro autónomo para todas as condições meteorológicas"

A empresa japonesa MUJI apresentou o GACHA, o primeiro autocarro autónomo do mundo que se adapta a todas as condições atmosféricas. Este veículo resulta da colaboração entre a empresa finlandesa de condução autónoma Sensible 4 e a retalhista japonesa MUJI.

A Sensible 4 ficou responsável pelo desenvolvimento do software para o veículo, incluindo o seu posicionamento superior, navegação e deteção de obstáculos para permitir uma condução autónoma durante todo o ano, independentemente das condições meteorológicas. Já o design do veículo, ficou a cargo da MUJI, que possibilitou uma estética funcional e uma experiência de utilização melhorada.

Após a primeira demonstração pública, o GACHA vai iniciar as operações para a população de Espoo, em abril de 2019, passando para Hämeenlinna, Vantaa e Helsínquia no final deste ano. A MUJI e a Sensible 4 estão atualmente a trabalhar na produção da primeira frota GACHA para ser usada em estradas públicas em 2020 para várias cidades na Finlândia e noutros locais do mundo.

A MUJI e a Sensible 4 têm como objetivo que as frotas de transporte autónomo operem como parte dos sistemas de transporte existentes nas cidades até 2021, com um objetivo de longo prazo de estabelecer parcerias com outras cidades por todo o mundo.

Além de apto para todos os climas, o design da MUJI também diferencia o GACHA de projetos semelhantes, em particular a ausência de dianteira ou traseira do veículo. O espaço interior tem a forma quadrada arredondada do autocarro, criando mais espaço para os passageiros, enquanto a faixa de LED serve como farol e como tela de comunicação externa. A inspiração para o design veio de uma cápsula de brinquedos típica do Japão, uma forma universal que simboliza alegria e emoção, transmitindo paz e felicidade para aqueles que a encontram.

“O desenvolvimento do GACHA começou quando a equipa da Sensible 4, ao trabalhar na primeira geração de autocarros robot, percebeu que estes não conseguem deslocar-se com chuva leve, muito menos nas condições típicas de inverno na Finlândia. Esta ainda não é uma tecnologia completamente autónoma. A maioria dos carros autónomos só pode operar em condições climatéricas ideais e em estradas bem sinalizadas. Foi precisamente isto que a Sensible 4 conseguiu mudar graças à realização de repetidos testes nas duras condições de inverno da Lapónia Finlandesa”, refere Harri Santamala, CEO da Sensible 4.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.