SMART CITIES
Implementação de medidas baixas em carbónicas pode valer 24 biliões de dólares

Implementação de medidas baixas em carbónicas pode valer 24 biliões de dólares

Em 2050, estas implementações podem reduzir as emissões carbónicas nas cidades até 90%. Para atingir este objetivo, o investimento mundial deverá atingir os 1,8 biliões de dólares

A implementação de medidas de baixo carbono nas cidades pode valer quase 24 biliões de dólares até 2050 e reduzir as emissões das cidades em 90%.

O relatório de Emergência Climática, Oportunidade Urbana, produzido pela Coligação para a Transição Urbana, apoiada por 50 organizações, diz que o papel dos governos nacionais é fundamental para alcançar um desenvolvimento económico equitativo e sustentável nas cidades, que abrigam mais da metade da população mundial e que produzem 80% da população.

O relatório Urban Opportunity conclui que medidas de baixo carbono nas cidades podem gerar mais de metade das reduções de emissões necessárias para manter a temperatura global a subir abaixo dos dois graus celsius.

O Urban Opportunity conclui que é possível reduzir 90% das emissões das cidades utilizando as tecnologias e práticas atualmente disponíveis - incluindo economia de carbono em edifícios, transporte, eficiência de materiais e resíduos -, além de proporcionar um retorno económico significativo.

Esta redução nas emissões iria exigir um investimento de 1,8 biliões de dólares, o que poderia gerar retornos anuais 2,8 biliões em 2030 e sete biliões em 2050, com base apenas na economia de custos.

A Coligação acredita que muitas medidas de baixo carbono se pagariam em menos de cinco anos, incluindo iluminação mais eficiente, veículos elétricos e gestão de resíduos sólidos.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.