SMART CITIES
Volvo forma parceria em condução autónoma

Volvo forma parceria em condução autónoma

A Nvidia fornecerá à Volvo a sua plataforma de condução autónoma para o desenvolvimento de sistemas computacionais para veículos pesados autónomos em logística e transportes públicos

A Volvo usará a solução Drive da Nvidia para treinar, testar e implantar veículos autónomos com inteligência artificial para criar camiões para os setores dos transportes públicos, logística, gestão de resíduos, construção, minério e silvicultura.

"Se queremos ter sucesso no futuro com velocidade, qualidade e segurança na condução autónoma, precisamos dos melhores parceiros. Neste mundo de imprevistos, é preciso uma parceria baseada na confiança”, refere Martin Lundstedt, CEO da Volvo.

O desenvolvimento desses camiões autónomos será realizado em Silicon Valey e em Gotemburgo, na Suécia. De acordo com a Volvo, a IA será construída sobre a plataforma Drive AGX Pegasus, usada anteriormente pelo fabricante sueco.

A Volvo usará a Drive AV para desenvolver capacidades de processamentos de sensores a 360 graus, percepção, localização de mapa e cálculo de percursos, bem como para testar e validar esses sistemas com recursos a plataforma de simulação de hardware-in-the-loop da solução.

"Combinando as soluções end-to-end de alto desempenho da Nvidia Drive com a escala do segundo maior fabricante de camiões do mundo, a Nvidia e o Volvo Group podem levar a eficiência do transporte autónomo para os mercados mundiais mais cedo", disse a Volvo.

Esta não é a primeira vez que as empresas colaboram, tendo a Volvo anunciado em outubro do ano passado que iria usar a plataforma AGX Xavier da Nvidia para desenvolver IA para seus veículos. Em 2017, a Nvidia e a Volvo também se juntaram para desenvolver sistemas e software avançados para veículos autónomos.

A Nvidia tem vindo a expandir a sua área de atuação no setor automóvel, tendo assinado um acordo semelhante com a Continental para usar a plataforma Nvidia Drive a partir de 2021.

A Volvo apresentou seu primeiro camião autónomo sem cabine, chamado Vera, em setembro do ano passado. Desde então, os camiões Vera têm sido usados num projeto piloto que envolve viagens de um centro de logística até a um porto em Gotemburgo com o mínimo de interação humana, além de reduzir significativamente o impacto ambiental do processo logístico.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.