ENERGIAS
Projeto espanhol aproveita energia gerada nas ferrovias para carregar veículos elétricos

Projeto espanhol aproveita energia gerada nas ferrovias para carregar veículos elétricos

As duas estações de carregamento Implementadas pela consultora Nodos e a empresa de transportes Adif permitiram uma poupança de 5,8 toneladas de emissões de CO2 em 2019, com quase 500 recargas realizadas no seu primeiro ano de funcionamento

 

O contrato de teste formalizado entre a Adif e a Nodos em finais de 2018 visava o intercâmbio de dados, bem como o desenvolvimento da tecnologia necessária para captar a energia gerada na linha férrea como resultado da travagem dos comboios de forma a alimentar estações de carregamento de veículos elétricos. A empresa de energia Powen fez também parte do projeto, no contexto da comercialização destas infraestruturas.

A primeira estação de recarga foi implementada em novembro de 2018 no estacionamento subterrâneo da estação María Zambrano, em Málaga; a segunda foi instalada na estação de Santander em março de 2019.

Ao longo do ano de 2019, o fornecimento de energia dos dois pontos de recarga veio a crescer progressivamente, acabando o ano nos 6.7 megawatts/hora – com um total de 500 recargas –, fruto da crescente adesão à mobilidade elétrica.

Destas recargas, 39% foram realizadas durante os meses de abril, agosto e dezembro, reforçando a importância de disponibilizar estas infraestruturas durante as épocas festivas e de férias, nas quais ocorre um maior deslocamento das pessoas.

O acesso, reserva e pagamento destas estações de carregamento é feita através da aplicação de mobilidade Electromaps.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.