ENERGIAS
Projeto espanhol viabiliza armazenamento de energias renováveis

Projeto espanhol viabiliza armazenamento de energias renováveis

Uma equipa internacional liderada pelo Consejo Superior de Investigaciones Científicas, Madrid, desenvolveu um catalisador que poderá vir a viabilizar o armazenamento de energias renováveis sob a forma de hidrogénio

Este catalisador, desenvolvido por um grupo de investigadores do Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), é aplicado em células eletrolíticas, utilizadas para – de grosso modo – armazenar eletricidade ao utilizá-la para produzir hidrogénio, que seria então reconvertido por células de hidrogénio consoante necessário.

Neste caso, o propósito é o eventual armazenamento em larga escala de energia proveniente de fontes de energia renováveis, cuja natureza sazonal e intermitente limita o seu impacto na dependência de fontes de energia poluentes.

Tipicamente, estes sistemas “têm limitações em termos de durabilidade e incorporam metais nobres como platina, ruténio e irídio, que têm um custo elevado”, explica María Retuerto, investigadora do Instituto de Catálise e Petroquímica do CSIC. Este catalizador, acrescenta Sergio Rojas, outro dos investigadores envolvidos, “tem um teor de ruténio abaixo dos restantes atualmente disponíveis e excede o seu output – e, mais interessante, conseguimos aumentar consideravelmente a sua durabilidade”. 

Isto, concluem, poderá vir a viabilizar a sua comercialização e, consequentemente, a transição energética para um sistema com base na energia renovável.

 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.