INOVAÇÃO
Minsait, a revolução digital chega ao mundo do retalho e do grande consumo

Minsait, a revolução digital chega ao mundo do retalho e do grande consumo

A empresa da Indra converte-se no parceiro tecnológico de referência para a evolução deste sector, graças à introdução de tecnologias disruptivas e à sua constante aposta na inovação

Minsait, a empresa líder em consultoria de Transformação Digital e Tecnologias da Informação da Indra, tornou-se num dos principais parceiros para que as empresas portuguesas de Retalho e Grande Consumo se possam adaptar ao novo contexto de negócio, marcado pela digitalização e pelas exigências de consumidores, cada vez mais exigentes e tecnológicos com a sua experiência de compra.

A proposta da empresa integra-se perfeitamente num contexto onde a digitalização se tornou um motor de desenvolvimento e um paradigma de mudança, assim como uma oportunidade para que as empresas possam aumentar os seus lucros e ter uma gestão eficiente dos seus custos.

Num ambiente em constante evolução, "é importante ter soluções transversais e inovadoras que ajudem as empresas e organizações a transformar o seu negócio, tornando-o mais eficiente, competitivo, chegar a um mercado maior, vendendo mais e tirando partido da automatização e desmaterialização", afirma Jorge Gonçalves, Diretor de Indústria e Consumo da Minsait em Portugal.

Entre as áreas que terão maior impacto na evolução do sector português de Grande Consumo, Jorge Gonçalves destaca as novas soluções de e-commerce, cujo desenvolvimento estará marcado por quatro tendências: a omnicanalidade e integração de canais físicos e digitais; a segurança nos meios de pagamento, graças também à chegada das tecnologias blockchain; a gestão da privacidade; e a integração e automatização de operações e catálogos de produtos e serviços.

"O e-commerce - afirma Jorge Gonçalves - não se reduz à criação de uma loja online; o âmbito da transição é muito mais amplo e está englobado num processo integral de Transformação Digital".

Neste sentido, a Minsait desenvolve projetos e serviços em toda a cadeia de valor para clientes de primeira linha, promovendo a sua estratégia digital como base da sua especialização, com uma proposta diferencial baseada em quatro pilares: melhoria do conhecimento e experiência do cliente (personalização da oferta, visão 360º do cliente, experiência de compra omnicanal); digitalização do ponto de venda (otimização da eficiência operacional e das atividades de venda); digitalização da cadeia de fornecimento (monitorização end-to-end de produtos e frotas, otimização de rotas, sensorização de armazéns); e iniciativas de inovação tecnológica, onde se aplicaria não só a robótica, mas também outras tecnologias que já estão a mudar a conceção do negócio, como blockchain, biometria, cibersegurança, chatbots, visão artificial ou realidade virtual e aumentada, entre outras.

Segundo o responsável em Portugal, "o fenómeno da digitalização permite aos nossos clientes transformar o seu negócio com novos modelos de experiência de cliente, através de aplicações em qualquer tipo de terminal móvel, ou dispositivos interconectados (IoT). As nossas soluções e produtos permitem acrescentar valor aos modelos de negócio B2B, aproveitando também a nova era digital 5G”.

 

 

Ao serviço da experiência do cliente

Nesta nova conceção do retalho e do Grande Consumo, é fundamental prestar mais atenção do que nunca aos clientes. O uso, cada vez maior, de ferramentas e dispositivos digitais é naturalizado num cliente que tem maiores expectativas das suas operações e cujo comportamento é cada vez mais complexo e imprevisível, fazendo uso de múltiplos canais e exigindo experiências mais qualitativas e diferenciadoras.

Um ambiente propício à inovação. "Os novos comportamentos de compra estão associados à criação de novos espaços de experiências físicas e virtuais. A satisfação do momento da compra e a eficiência no processo é um fator chave para o consumidor. O comércio tem que se adaptar a esses momentos especiais e emocionais onde a compra é uma experiência e não uma obrigação", afirma Jorge Gonçalves.

Os desenvolvimentos tecnológicos provaram ser as melhores ferramentas para gerar hábitos de entretenimento, descobrir padrões de comportamento e gerar novas propostas de consumo.

Segundo Jorge Gonçalves, já há muitas tendências consolidadas (como os novos canais, ecrãs digitais interativos, domótica, personalização ou segurança digital), e outras que vão revolucionar, nos próximos anos, a relação mantida com as marcas e clientes, aportando valor a ambos, tanto em termos de eficiência e rentabilidade para uns como de experiência e satisfação para outros. É o caso da personalização do produto, o geomarketing, a realidade virtual, o IoT, os anúncios de televisão personalizados ou o blockchain.
 

Branded Content co-produzido pela MediaNext com a Indra.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.