REDES
Adesão ao 5G cresce mais do que o previsto

Adesão ao 5G cresce mais do que o previsto

O Ericsson Mobility Report conclui que o 5G deve chegar aos 1,9 mil milhões de subscritores até 2024, atingindo 45% da população mundial até ao final desse ano

São cerca de 400 milhões de subscrições adicionais aos 1,5 mil milhões de subscritores antes previstos, que adotariam o 5G até 2024. Nessa altura, espera-se que o 5G suporte 35% do tráfego móvel a nível global.

As conclusões são retiradas do Ericsson Mobility Report, e a subida em subscritores é comparada à edição do mesmo estudo de novembro de 2018.

Espera-se que 45% da população mundial seja atingida pela rede daqui a cinco anos, mas esse número pode chegar aos 65%, “uma vez que a tecnologia de partilha possibilita a implementação do 5G em bandas de frequência LTE”, explica a Ericsson.

Até ao final de 2019 esperam-se 10 milhões de subscrições ao 5G, com tendência para a tecnologia ser mais rapidamente implementada nos Estados Unidos, depois no nordeste asiático, e só depois na Europa.

Fredrik Jejdling, Vice-presidente Executivo e Responsável de Redes da Ericsson, afirma que "o 5G está, definitivamente, a crescer, e a ritmo cada vez mais forte, o que reflete o entusiasmo dos fornecedores de serviços e dos consumidores em relação à tecnologia. O 5G terá um impacto positivo nas vidas das pessoas e nos negócios, concretizando ganhos para além da IoT e da Quarta Revolução Industrial. Contudo, os benefícios totais do 5G apenas podem ser sentidos juntamente com o estabelecimento de um ecossistema sólido, no qual parceiros tecnológicos, regulamentares, de segurança e da indústria tenham um papel a desempenhar”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.