MOB
Indra instala sistema unificado de bilhética em Amesterdão

Indra instala sistema unificado de bilhética em Amesterdão

As 130 máquinas automáticas de venda de bilhetes permitem aos viajantes adquirir bilhetes de metro, autocarro e comboio de forma unificada, facilitando e flexibilizando a mobilidade urbana

A Indra concluiu com sucesso o desenvolvimento e implementação da sua tecnologia de bilhética nas redes de metro, elétrico e autocarro de Amesterdão, após o arranque operacional de mais de 130 máquinas automáticas de venda de bilhetes de transporte na cidade.

Amesterdão junta-se assim a mais de 100 cidades em todo o mundo que utilizam as soluções da Indra para melhorar a mobilidade urbana, para que tanto os cidadãos como os numerosos turistas que visitam a capital dos Países Baixos possam desfrutar de soluções pensadas para responder às suas necessidades e que lhes permitam adquirir os bilhetes de transporte de forma mais intuitiva, cómoda e ágil. É também melhorado o fluxo de viajantes e serviço de transporte.

Graças à flexibilidade da avançada tecnologia de bilhética da Indra, a empresa conseguiu adaptar 100% da solução ao projeto proposto pela GVB, empresa de transporte da capital dos Países Baixos, completamente centrado na melhoria da experiência do utilizador. O projeto foi igualmente implementado num tempo recorde, com a máxima satisfação do cliente, com a fiabilidade da tecnologia Indra e com o aval de inúmeras e importantes referências em todo o mundo.

O projeto foi um desafio, tendo em conta o seu design complexo e a sua adaptação ao standard nacional da Translink, baseado num cartão de transporte único OV-ChipKaart e na inclusão de dispositivos com os quais já se havia trabalhado anteriormente. O standard Translink é utilizado em todas as operadoras de transporte nos Países Baixos, abrindo a porta a futuras oportunidades de negócios da Indra em todo o país, ao ser um produto desenvolvido potencialmente válido para toda a rede de transporte holandesa.

O projeto incluiu equipamentos de venda de títulos de transporte que permitem o pagamento em dinheiro e com cartão nas estações de metro, bem como equipamentos de pagamento apenas com cartão, tanto no metro como nas paragens de autocarros e elétrico. Desde o início da fase de exploração em julho de 2019, os sistemas Indra já realizaram mais de quatro milhões de transações.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.