EDIFÍCIOS
Schneider expande portfólio de automação de edifícios

Schneider expande portfólio de automação de edifícios

Após a aquisição da IGE+XAO em 2018, a Schneider Electric consolida o seu portefólio de software com as recentes incorporações da ALPI e da RIB Software, com o objetivo de oferecer mais funcionalidades aos seus clientes no setor de Edifícios e Construção

Schneider Electric adquiriu recentemente a empresa ALPI, líder europeia em software de design e modelagem automatizada para instalações elétricas, e a RIB Software, líder no campo de Building Information Modeling (BIM). Estas aquisições enquadram-se no objetivo da Schneider Electric de apostar no software e na digitalização no setor da construção, de modo a proporcionar aos seus clientes soluções que promovam a eficiência e resiliência ao longo de todo o ciclo de vida dos edifícios.

Localizada em Colombes (França), a ALPI desenvolve soluções Caneco há mais de 30 anos, pelo que a sua incorporação reforça a oferta de software da Schneider Electric num campo complementar ao da distribuição elétrica. Por sua vez, a RIB Software é uma empresa alemã que fornece software para o planeamento, o cálculo de custos e a monitorização da construção em tempo real. Ao integrar a oferta da RIB Software, a Schneider Electric poderá ampliar ainda mais as capacidades do ecossistema EcoStruxure.

Estas aquisições somam-se à do grupo IGE+XAO, editor de software especializado no design, produção, venda e suporte de software de design assistido por computador (CAD), gestão do ciclo de vida do produto (PLM) e simulação para engenharia elétrica, que ocorreu em 2018.

“Estas aquisições vêm reforçar fortemente as nossas soluções para a digitalização dos edifícios em diversas fases do seu ciclo de vida. Concretamente, permitem-nos dar um salto qualitativo muito importante na nossa proposta de valor para os nossos clientes, oferecendo-lhes a oportunidade de aumentar drasticamente a sua eficiência na gestão de projetos nas fases de engenharia, design e construção, com uma significativa redução de custos, aumento da flexibilidade e redução do tempo de colocação no mercado dos seus projetos”, garante Jordi Garcia, Power Products & Digital Energy VP da Schneider Electric.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.