INOVA
Barreiro desmaterializa serviços municipais

Barreiro desmaterializa serviços municipais

Como parte da sua estratégia para desmaterializar o processo de entrega de toda a documentação dos munícipes, a Câmara Municipal de Barreiros passará a aceitar a entrega em formato digital de todos os pedidos enquadrados no Regime Jurídico da Urbanização e Edificação

A Câmara Municipal do Barreiro inicia, a partir do dia 10 de janeiro, a receção em formato digital de todos os pedidos enquadrados no Regime Jurídico da Urbanização e Edificação e respeitantes a atividades económicas diversas que obedeçam a determinadas especificações técnicas.

Com esta medida, a autarquia investe na desmaterialização de todos os documentos entregues pelos munícipes, melhorando os serviços prestados ao permitir a simplificação, sistematização e transparência dos processos, e simultaneamente reduzindo para poucos minutos a entrada de elementos no sistema, garantido todas as tarefas necessárias para a entrada, manuseamento, análise, apreciação e cálculos associados aos projetos com máxima segurança e rigor.

Esta desmaterialização de documentos enquadra-se numa solução informática implementada pela autarquia, designada por “ePaper”, que junta todos os elementos entregues numa aplicação, permitindo a efetiva substituição do papel.

O vereador Rui Braga explica que “este processo de desmaterialização, que corresponde a um investimento muito significativo, é um momento histórico para a Câmara do Barreiro, porque vamos acabar com a circulação de papel na autarquia, o que nos permite dar uma resposta mais rápida e eficiente a todos os munícipes, através desta otimização de processos”. 

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.